Política Coronavírus

Tribunal de Contas do Rio aponta sobrepreço na aquisição de respiradores

O órgão sugere a devolução de mais de R$ 36 milhões aos cofres públicos.

23/05/2020 17h39
Por: Redação - Noticiário do Rio Fonte: Band News FM Rio
O relatório será enviado para o Ministério Público do Rio devido aos fortes indícios de fraude (Foto: Agência Brasil)
O relatório será enviado para o Ministério Público do Rio devido aos fortes indícios de fraude (Foto: Agência Brasil)

O Tribunal de Contas do Rio sugere a devolução de mais de R$ 36 milhões aos cofres públicos por conta do sobrepreço na compra de respiradores pelo Governo do Estado. 

O estudo técnico aponta que os equipamentos foram comprados com preços que equivaliam, em média, ao triplo adotado como referência no mercado, implicando um aumento médio aproximado de 200%.  A conclusão da auditoria aponta o ex-secretário estadual de Saúde Edmar Santos e o ex-subsecretário Gabriell Carvalho Neves Franco dos Santos como principais responsáveis pelas irregularidades. 

Ao todo 400 ventiladores foram comprados da empresa ARC Fontoura, 300 da MHS Produtos e Serviços e outros 300 da A2A Comércio e Serviços e Representações. Segundo o TCE, as empresas não demonstraram aptidão para fornecer a quantidade demandada. O superfaturamento  apurado foi de quase R$ 124 milhões

O relatório será enviado para o Ministério Público do Rio devido aos fortes indícios de fraude.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.