Coronavírus Desrespeito

No segundo dia de reabertura gradual no Rio é marcado por desrespeito a protocolos de segurança

Muitas pessoas trafegaram sem mascaras e aglomerações foram notificadas em todo o município.

03/06/2020 16h10
Por: Redação - Noticiário do Rio
Luiza Moraes/ O Globo
Luiza Moraes/ O Globo

No segundo dia de liberação de parte do comércio com o aval da prefeitura, seguindo diversos protocolos para evitar que as pessoas sejam infectadas pela Covid-19, além do afrouxamento de medidas de isolamento social, o que se viu foi uma série de desrespeito por parte de comerciantes e clientes. Ruas lotadas, trânsito pela cidade, camelôs espalhados pelas calçadas e muitos surfistas pegando uma onda no mar, foram algumas das situações observadas. O GLOBO percorreu diversos bairros das Zonas Sul, Norte, Oeste e Central e as irregularidades foram vistas em todos os bairros. Atualmente, o município registra 31.204 casos do novo vírus, com 3.828 mortes.

 

Em Copacabana, na Zona Sul, pouco depois das 8h, foi possível observar o aumento de pessoas que transitavam pelas vias do bairro. Um dia antes, a movimentação era tímida. Pelas calçadas do bairro, que concentra o maior número de casos do novo vírus (1.498 registros), é possível ver a presença de muitos ambulantes que vendem de tudo, de pote para mantimentos a máscaras. Na Avenida Nossa Senhora de Copacabana (entre as ruas Paula Freire e Hilário de Gouvêa) e na rua Siqueira Campos, muitas lojas de roupas e sapatos já estão com as portas abertas. Em nenhuma delas os comerciantes ofereciam álcool gel ou controlavam a entrada de clientes para evitar aglomeração dentro dos espaços.

 

O fim das medidas de isolamentos, autorizado pelo prefeito Marcelo Crivella, está implementado em seis fases e começou a vigorar nesta terça-feira. Entre elas estão à volta de caminhada no calçadão e as atividades esportivas individuais no mar, como natação ou surfe (ainda está vetado a permanência na areia ou dar um mergulho) e a abertura gradual do comércio.

 

Em Ipanema, dezenas de surfistas pegavam ondas, pessoas entravam no mar e outras dezenas faziam seus exercícios e caminhadas diárias, desobedecendo ao distanciamento mínimo. O decreto do Governo do Estado proíbe que pessoas entrem no mar ou permanecem nas praias do estado. Segundo o documento, a Polícia Militar pode até retirar o banhista da água. A corporação ainda não disse qual decreto vai obedecer.

 

Na Região Central, pedestres e carros disputavam espaços pelas ruas. Na Lapa, pouco depois das 9h, já tinha congestionamento nas ruas Riachuelo e Mem de Sá. Não era diferente na Rua Uruguaiana. No local, onde funciona o Comércio Popular da Uruguaiana, os boxs estavam abertos. Foi possível notar pessoas sem máscara.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Rio de Janeiro - RJ
Atualizado às 00h01 - Fonte: Climatempo
20°
Alguma nebulosidade

Mín. 12° Máx. 29°

20° Sensação
6 km/h Vento
78% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (06/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Terça (07/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens
Anúncio