Domingo, 29 de Novembro de 2020
Casos de Polícia Piabetá

Menino de 4 anos é assassinado na própria festa de aniversário, em Piabetá, Baixada Fluminense

Autor do disparo estava na comemoração. Polícia investiga 3 versões. Uma delas é se a arma do suspeito, de 21 anos, teria disparado acidentalmente. Ele foi preso em flagrante.

09/06/2020 12h00
Por: Redação - Noticiário do Rio Fonte: G1
Enzo, de 4 anos, foi morto a tiro na própria festa de aniversário (Foto: Reprodução)
Enzo, de 4 anos, foi morto a tiro na própria festa de aniversário (Foto: Reprodução)

Um menino morreu após ser baleado durante sua festa de aniversário no último fim de semana, em Piabetá, na Baixada Fluminense.

Enzo, de 4 anos, foi atingido com um tiro no peito durante a comemoração. O autor do disparo, que participava do evento, foi preso em flagrante.

"O meu filho estava completando 4 anos de idade, feliz da vida com a festinha do Hulk dele. Ele já estava há um mês perguntando: minha festa é amanhã? Minha festa é amanhã?", disse o pai em um áudio gravado.

O pequeno Enzo chegou a ouvir os convidados cantarem parabéns, mas, logo depois, o menino foi morto com um tiro de revólver na frente de todos, inclusive das crianças.

Segundo a polícia, o suspeito é Pedro Vinícius de Souza Pedidor, de 21 anos, que entrou na casa da família com outros convidados. A polícia investiga se a arma que estava com o suspeito teria disparado acidentalmente.

Três versões investigadas

Até o momento, o crime tem três versões de acordo com as investigações.

O autor do disparo contou na delegacia que o tiro foi acidental, que a arma caiu no chão e que a bala atingiu o menino.

A mãe de Enzo disse que ouviu uma discussão de Pedro Vinícius com as crianças e que logo depois ouviu o barulho do tiro.

Já o pai da criança contou uma história diferente. Ele disse que o suspeito abraçou o menino e depois disparou.

"Simplesmente, ele abraçou o meu filho e deu um tiro, no peito dele, assim, desse jeito, gente. Desse jeito. Depois do que aconteceu, a minha esposa botou o meu filho no carro com a irmã dele, levaram para o hospital e eu fiquei aqui. Eu fiquei aqui perguntando ao rapaz o que você fez? O que você fez com o meu filho, cara?", contou.

Pedro Vinícius de Souza Pedidor, por enquanto, responde por porte ilegal de arma e homicídio culposo - sem intenção de matar.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Rio de Janeiro - RJ
Atualizado às 09h45 - Fonte: Climatempo
27°
Alguma nebulosidade

Mín. 18° Máx. 35°

29° Sensação
11 km/h Vento
74% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (30/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 37°

Sol com algumas nuvens
Terça (01/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 35°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio