Colunas -

A descontinuação em descompasso

Como estamos perdendo a capacidade de não acabar o inacabado.

25/08/2020 07h00
Por: Danilo Pontes
A descontinuação em descompasso

O título é estranho, os tempos estão estranhos e a o slogan do “novo normal” roda o mundo, principalmente no Rio de Janeiro – minha amada cidade – que, incrivelmente, persiste diariamente na queda de mortes por COVID-19.

Falando em COVID-19, não quero falar em COVID-19.

Ou preciso falar da COVID-19?

Não sei. Em algum momento esbarraremos nisso, sem dúvidas.

Mas, debrucei-me para escrever uma vez que tenho me atendando que não consigo concluir o meu descompasso rotineiro.

É tanto atribuição que não consigo finalizar a descontinuação de algo que comecei e já larguei.

São tantas funções dentro da casa com “doing home office”, gerenciar família, fazer comida, call from clients, pós-graduação online, pingadas de colírio nos olhos, WhatsApp tocando mais do que a Filarmônica de Viena em seu famoso festival musical QUE no FIM não consigo deixar as coisas pela metade.

A loucura é muita. Tá estranho esse texto, não é?

Mas, é isso mesmo.

O que continua em perfeita sincronia depois dessa pandemia?

Nem os astros estão, gente! Por qual motivo estaríamos?

Eleições estão chegando.

No nosso micro espaço – lê-se: Cidade Maravilhosa – o terreno começa a ficar instável e a rissa entre os pré-candidatos começa a tomar forma.

Quem estaria mais apto a gerenciar a nossa cidade?

Quem poderia colocar fim ao descompassado interrompido?

Quem de nós, em sã consciência e peito aberto, terá coragem de findar com a incultura que nos rodeia como cães em fúria brevemente acorrentados?

Não se esqueçam: lavem bem as mãos, não toquem na frente da máscara e usem álcool 70%.

Até logo!

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Rio de Janeiro - RJ
Atualizado às 21h36 - Fonte: Climatempo
21°
Chuva fraca

Mín. 18° Máx. 27°

21° Sensação
11 km/h Vento
94% Umidade do ar
90% (50mm) Chance de chuva
Amanhã (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 22°

Chuvoso
Quarta (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 24°

Sol com muitas nuvens e chuva
Mais lidas
Anúncio